Top18 – Rappa

(tentei ser crente, mas meu cristo é diferente/Gravataí 24 graus) Minha listinha feita em 2 minutos só com as melhores do Rappa. Devo ter esquecido alguma, as mais novas possivelmente, que eu nem tenho. Preciso me atualizar.

20190107rappaAs notícias da Banda dão conta que ela praticamente acabou, mas é aqueles acabou até que se juntem novamente. Marcelo Yuka, baterista, fundador da banda e responsável pelas letras mais viscerais dos primeiros álbuns está internado em coma com uma infecção generalizada. De tudo acontece com ele, incrível.

Geral acaba vendo apenas o Falcão, que canta todas as letras, esquece que até o acidente os três primeiros discos são totalmente Yuka. Depois o Falcão acaba assumindo mais.

“Lado B, Lado A” de 1999 é o melhor pra mim, 20 anos!!! “O que sobrou do céu” é uma obra. Daquelas músicas que fazem você se colocar dentro da situação.

A minha preferida é “Hey Joe” de 1996, cover do Hendrix. Uma versão muito brasileira e com uma história totalmente diferente, eu diria sinceramente que é até melhor que a versão original, que alias já é uma cover de outro cara. Mas a versão que todos conhecem é do lendário guitarrista. Todas as versões falam de violência, a primeira contra as mulheres a segunda de forma mais geral. A primeira é de 1962.

Menos de 5% dos caras do local são dedicados há alguma atividade marginal e impressionam quando aparecem no jornal tapando a cara com um capuz, com uma Uzi na mão…”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *