30STM – religião

(What if I wanted to fight? Beg for the rest of my life. What would you do?/Gravataí 16 graus) Não discuto futebol, política e religião. Mas o rock é meio que uma religião, alias quase todos os tipos de música pendem para isso.

E dentro das religiões temos os tipos. Católicos temos vários, é como os se tivéssemos os Led Zeppilianos do 7º dia, os Beatleístas… sacaram?

Uma demonstração de fé, essa apresentação do Thirty Seconds to Mars. Tem uma hora que o Jared, que é um puta dum ator (não canso de dizer isso) simplesmente abre o público. Como Moisés abrindo o mar vermelho.

É algo absurdo, mas bem real. É a fé!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *